Pesquisar neste blog

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Automóvel: A Grande Besta do Apocalipse

Wilson Horvath



A Besta está no meio de nós,
tocando suas trombetas.
Ela veio nos matar e, de uma só vez,
devastará um terço da humanidade,
sem piedade e compaixão.

Nossos filhos morrerão,
diante de nossos olhos,
com requintes de extrema crueldade,
sem ar, decapitados, afogados, queimados e famintos.

A Besta é a encarnação da legião dos demônios,
esses são manipuladores e ilusionistas,
eles vão apossando de nossas almas,
sem que saibamos quem realmente são.

Nós desejamos a Besta,
oferecemos sacrifícios,
apresentamos rituais,
batizamo-nos em sua seita,
tudo a fim de tê-la conosco.

Nós estamos cegos diante de suas crueldades,
e não percebemos,
que ela é a maior assassina de todos os tempos,
a causadora das últimas guerras.

Aos poucos, ela destrói o nosso planeta,
torna nossas águas poluídas,
nosso solo infértil e desertificado,
nosso ar tóxico.
Ela se diverte com os dilúvios.

Ela é a responsável
por termos uma vida frenética,
por não estarmos junto daqueles que amamos,
pelo nosso estresse,
doenças cardiorrespiratórias
e por vários tipos de câncer.

A Besta é o automóvel,
ela está encarnada no carro que você comprou e
aquele que está na televisão
é um novo demônio que quer fazer parte de nosso meio.

Surpreso?
Você achava que o demônio era feio e com chifres?
Não! Ele é bonito!
Construído dentro do mais alto design,
por isso, nos engana tanto.

A Besta nos amaldiçoou e
você e eu seremos os dois últimos coveiros,
nós enterraremos os últimos representantes da humanidade,
esses serão nossos filhinhos e netinhos.

Ainda há um curto espaço de tempo para evitarmos o fim,
mas o tempo é escasso,
precisamos agir logo, agora!

Nós precisamos sair de sua possessão demoníaca,
escapar do seu fetiche.
O automóvel é a mola propulsora do Sistema Capitalista,
e é diretamente ou indiretamente é o grande responsável pelas atuais desgraças.

Nós temos que iniciar o seu exorcismo,
cantar ladainhas em todas as línguas.
A Besta tem que ser expulsa,
ridicularizada, horrorizada.

Caso não,
comece a praticar a forma da benção de exéquias:

Senhor, que conheceis a nossa profunda tristeza
pela morte desta criança,
concedei que, animados pela fé na vossa providência paterna,
nos consolemos com a esperança
de que ela vive já na glória eterna do Céu.
Por nosso Senhor. Amém.