Pesquisar neste blog

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Marreteiro

Wilson Horvath

Mercadoria na mão,
nervosismo na estação,
PF rouba a mercadoria,
sem peso no coração.

Correria sem igual.
É melhor trabalhar
do que roubar...
Ou não!?

Trabalho na ilegalidade,
sem direito nem proteção.
Por mim, somente:
a Bíblia Almeida,
a medalha de Santo Estevão,
e o Patuá de meu Orixá.

Tenho criança pra alimentar,
casa pra mobiliar,
remédio pra comprar,
conta pra pagar.

Um dia inteiro de trabalho,
parte da mercadoria apreendida;
o trocado ganho...
mal dá pra recomeça.

Aperto no coração,
tremedeira na goela,
lágrimas... essas não!

Parada na estação.
Quem sabe a coisa melhore
no outro vagão!?

É a promoção...
Na minha mão,
você só paga um real!
Lá fora é
de dois a três real...