Pesquisar neste blog

domingo, 11 de dezembro de 2011

O Eterno Retorno: Começo, Meio e Fim

Wilson Horvath


Viver...
começo, meio e fim.
O começo leva ao fim
e o fim a um novo começo.

O começo tem um fim,
impossível de se cumpri-lo,
ao meio se finaliza.

O meio obriga-nos ao começo,
mas prende ao desejo do fim,
a fim de que suportarmos os dramas
do novo começo.

Tememos o começo,
preços em um meio,
sem nenhuma perspectiva de fim.

O que acreditamos ser o fim,
é uma ilusão do meio,
que nos cega diante de tantos começos,
nos quais caminhamos sem fim.

Não podemos controlar o fim,
apenas propor um novo começo,
diferente do já dado pelo meio.

No meio, é difícil aceitar
o fim como o começo,
e revermos o meio,
que não tem fim,
mas começo.

Comecemos, querendo um fim,
diferente ou igual ao do começo,
mas sabendo que o meio,
exige o recomeço.


Ler outras poesias do autor