Pesquisar neste blog

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Ódio 2

Wilson Horvath


Se o ódio é tão odiado
porque a humanidade
insiste em odiar?

Não há um sequer
que quer ser odiado
e não odeia o alheio ódio.

Mas quem
está disposto
a não odiar?

Qual o bem,
o ódio
traz consigo?

Se o ódio
só gera mais ódio.
Tanto nos que odeiam
como nos odiados.

O chicote de quem odeia
estará sempre estralando,
nas mãos do odiado,
fazendo dele um novo ser de ódio
em busca de quem odiar?

E se o amor
do ódio odiar?
Então, o ódio triunfará?
E o amor será odiado?

Não é possível
odiar o nosso ódio?
E do ódio
se libertar?

Odiemos o ódio,
que nos faz odiar.
E talvez, o amor